15 de Out de 2018
 
Publicidade:
Tá Na Rua
 
Pafac
 
Santaluz
 
 
07/03/2018
 

Laura Cardoso diz que tem crises de choro ao ler jornais: ‘Ser mulher no Brasil não é fácil’

A atriz Laura Cardoso já mostrou algumas vezes que possui posicionamentos firmes sobre alguns assuntos. Em uma recente entrevista para a Folha sobre o Dia Internacional da Mulher, ela revelou que tem crises de choro ao ler, nos jornais, as notícias sobre as dificuldades que as mulheres pobres enfrentam: "Ser mulher no Brasil não é fácil. Mas se pensarmos nas classes sociais, é pior para a classe pobre. Para a mulher que não tem alimentos para dar para o filho, cuja criança não tem acesso a escolas e hospitais". Apesar disso, ela garantiu que os obstáculos não diminuíram os méritos que conquistou. “Sempre fui muito determinada, na minha carreira e na vida, e não me permiti ser prejudicada”.  A atriz, de 90 anos, disse também que encara as fases da vida como algo natural. “Gosto mais de ser chamada de inteligente que de bonita. O tempo passa. Se a mulher for inteligente saberá aceitar todas as idades, dos 15 aos 100. A vida é maravilhosa, nos traz oportunidades e encantos, ela não para nunca. É preciso caminhar com o tempo, independente da idade”, explicou Laura.  Além disso, ela assegura que sente prazer no seu trabalho. “É bom que fico empregada. Fico bem. É sempre um presente e uma sorte estar trabalhando. Um bom papel depende do ator. Com inteligência é possível fazer de qualquer personagem um grande papel. Mas precisa ser ator, não pode ser enganação”. Mãe de três filhos, ela exaltou a maternidade: “Quando vemos o rosto do nosso filho pela primeira vez é uma sensação gloriosa. A mulher é quem move o mundo, quem coloca gente no mundo. O fato de dar a vida a uma pessoa é precioso”.

*Bahia Notícias

 
 
 
Publicidade
A&B Consultoria
 
Prefeitura de Valente
 
Léo Confecções
 
 
 
 
 
© Informe Bahia 2013 - Todos os direitos reservados