Caso Lázaro: ‘Anônimo’ bancou custos de enterro de criminoso na funerária Bom Samaritano

0
534
foto: Rodrigo Castro

O funeral do serial killer Lázaro Barbosa, morto em confronto com policiais após 20 dias de fuga, foi custeado por um terceiro cujo nome é mantido em anonimato. O sepultamento marcado para esta quinta-feira será restrito a familiares.

O velório está previsto para ser realizado em Cocalzinho de Goiás na tarde de hoje, conforme O GLOBO apurou. A família optou por não divulgar o horário e o local da cerimônia por questões de segurança e privacidade. O corpo de Lázaro foi encaminhado a uma clínica de Brasília, onde é preparado antes de ser transferido.

A contratação dos serviços da funerária Bom Samaritano, do Distrito Federal, ocorreu de forma anônima por um terceiro, a pedido de um advogado. A funerária afirmou ao GLOBO que não houve nenhum tipo de doação e que a empresa não presta serviços gratuitos.

Fonte: Extra