Pros define apoio a Lula no 1º turno e retira candidatura de Pablo Marçal

Foto: Reprodução/Facebook/José Cruz/Agência Brasi

A direção do Pros declarou oficialmente o seu apoio à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda no primeiro turno das eleições. O anúncio foi feito após reunião com os coordenadores da campanha do PT nesta quarta-feira (3), em São Paulo.

Com isso, o partido irá retirar a candidatura de Pablo Marçal que havia sido oficializada no dia 31 de junho, em convenção nacional. Mais cedo, Marçal criticou a possibilidade de um acordo entre o Pros e o PT.

“O PT, que fala tanto em defesa da democracia, busca estreitar os espaços democráticos, atacando e tentando remover obstáculos aos seus planos de poder. Esse é o jogo do PT: um verdadeiro vale tudo pelo poder”, afirmou Marçal em nota.

Para firmar o apoio, o PT aceitou a exigência do Pros para inclusão do programa para auxiliar cerca de 66 milhões de endividados. Os dirigentes da sigla convocaram uma nova convenção para formalizar o apoio à chapa Lula-Alckmin para esta sexta-feira (5).

No encontro que selou o acordo entre os grupos, estiveram presentes o coordenador do programa de governo de Lula, Aloizio Mercadante, o presidente do PROS, Eurípedes Júnior, o presidente da fundação do partido, Felipe Espírito Santo, e o advogado Bruno Pena.

Pablo Marçal registrava 0,2% das inetenções de voto no cenário espontâneo, de acordo com levantamento do Paraná Pesquisas enviado nesta terça-feira, 2.

*Bahia Notícias